Profissionais de enfermagem da região Oeste fazem manifestação em Iporá

Trabalhadores da saúde, os profissionais da enfermagem realizam manifestação contra a decisão que paralisou o piso nacional de salários da categoria.
No dia 07 de setembro, durante evento em Iporá, inauguração da Praça dos Três Poderes, trabalhadores que atuam em Diorama, Israelândia, Montes Claros e outras localidades participaram da manifestação, eles pedem que entre em vigor a lei já aprovada no Congresso Nacional e estabelece um piso salarial para a categoria.
A manifestação ocorreu com o uso de carros de som, cartazes, faixas e balões, e com os participantes vestidos de branco. Houve uma carreata com em Iporá passando de frente aos hospitais privados Hospital Evangélico, Hospital São Paulo e Hospital Cristo Redentor e ainda até as unidades de Samu, Hospital Municipal e Unidade de Pronto Atendimento (UPA).
Em nota enviada à rede diocesana de rádio, os manifestantes lembram que “A bronca é que mesmo com a aprovação da lei, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Roberto Barroso suspendeu a mesma, mesmo tendo sido aprovada por 60 dias e a um dia antes de entrar em vigo”r.
Os manifestantes afirmam que isso gera em toda classe de enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliar de enfermagem e parteiras um desconforto e indignação. Em diversos lugares do país houve manifestações nestes últimos dias. Os manifestantes afirmam que ou se paga o piso ou terá greve geral.
Em conjunto com toda rede nacional, na próxima sexta-feira, dia 9, haverá nova mobilização com toda Região Oeste I do estado de Goiás.

Conteúdo relacionado

Comente e participe conosco:

0 comentários

Últimos destaques

Acompanhe a RDR nas Redes Sociais

Leia também