Juri em Iporá: Mulher é condenada a dois anos e 10 dias por matar companheiro com 44 facadas.

Na sexta-feira 11/11/2022, foi julgada pelo tribunal do júri da Comarca de Iporá a ré Rosirene Rodrigues da Silva por matar o companheiro Eramos Silva Souza no dia 24 de dezembro de 2016 e por ocultar o corp jogando o de cima da ponte no Rio Caiapó.
Ela teve a ajuda de Jair da Cinha e Adenildo Rodrigues de Souza, Jair já falecido e Adenildo já julgado, condenado e com pena cumprida.
O Juiz que presidiu o Juri, Wander Soares Fonseca lei a sentença condenando a ré por homicídio culposo e ocultação de cadáver, pena fixada 1 ano por homicídio, pela ocultação de cadáver também um ano de pena, e 10 dias multa a serem cumpridos em regime aberto.
O advogado Palmestron Cabral diz que saiu satisfeito com o resultado e prefere aguardar se haverá recurso da acusação, o promotor Luiz Gustavo saiu contrariado com algumas questões, porém não adiantou se recorrerá da decisão.

Conteúdo relacionado

Comente e participe conosco:

0 comentários

Últimos destaques

Acompanhe a RDR nas Redes Sociais

Leia também