Ameaças em escolas preocupam polícia

Desde o início deste ano letivo, as autoridades já interceptaram pelo menos 20 ameaças de atentados ou massacres nas unidades de ensino de Goiás. O dado representa mais de um caso por semana e apresenta uma crescente, visto que em fevereiro a superintendência de segurança escolar da Secretaria de Estado de Educação de Goiás (Seduc-GO) verificou quatro casos, outros oito em março, seis em abril e dois até meados de maio. Em razão disso, a gestão da rede trabalha para inserir ações pedagógicas e prevenir as ocorrências.
Em São Luís de Montes Belos ocorreu este ano, numa escola municipal, um esfaqueamento praticado por aluno contra um colega por ciúmes de uma garota. A Polícia Militar diz que por mais que alguma ameaça nas redes sociais seja algo como diversão ela não desacredita e investiga.
O assessor de comunicação do 43º Batalhão da PM, sargento Emerson Mecão, comentou essa problemática no Jornal RDR. Durante a discussão, integrantes da bancada do jornal abordaram o Homeschooling (ensino domiciliar). A modalidade de aprendizado já conta com entusiastas em Goiás e pode ser aprovada pelo Senado. O sargento também informou as ações da polícia em São Luís contra o tráfico de drogas e as motos com escapamentos adulterados. Ouça:

 

Conteúdo relacionado

Comente e participe conosco:

0 comentários

Últimos destaques

Acompanhe a RDR nas Redes Sociais

Leia também